7/23/2014

Oblivion

O clipe abaixo é estrelado por Sophie Turner, a Sansa Stark de "Game of Thrones":



***

Outras 2 imagens legais que surgiram hoje: uma arte conceitual da Feiticeira Escarlate em "Vingadores 2" e o primeiro pôster do filme do "Homem-Formiga":


Várias Coisas

Saiu a capa da nova "Graphic MSP", que é estrelada pelo Bidu:


***

Mais 3 pôsters, do 3º Hobbit, de Guardiões da Galáxia e da nova versão de "Mad Max":


***

Depois de Dunga na seleção, Vanderlei Luxemburgo assume agora como técnico do Flamengo no lugar de Ney Franco. É a prova de que o que está ruim sempre pode piorar.

Dia do Batman

Artigo celebrando os 75 anos do Batman:

Batman at 75: Highlights in the Life of the Caped Crusader



Wolverine 58


"Wolverine" 58 conta com uma bela capa e uma boa história de Logan, escrita por Larry Hama e desenhada por Adam Kubert. "Omnia Mutantur"("Tudo Muda") mostra o x-man indo até Tóquio para homenagear Mariko no aniversário de sua morte. Ele é atacado por ninjas do Tentáculo mas o confronto chega ao fim graças à uma artimanha de Yukio.

Wolverine visita sua enteada Amiko e descobre que ela vem sendo maltratada por seus cuidadores, que importam-se apenas com o dinheiro recebido para a tarefa. Logan tira a menina do local e a deixa sob os cuidados de Yukio, que promete ao amigo que será como uma mãe para a garota. Em troca da espada de honra da família Yashida, o Samurai de Prata garante que Amiko e Yukio não serão importunadas por ninguém. Enquanto isso, no Canadá, o vampiro Sanguinário encontra e faz amizade com Elsie Dee e Albert, que passaram um tempo desativados após viajarem no tempo.

Depois, a revista traz duas histórias do X-Factor estreladas por Polaris. Na primeira delas, a mutante magnética(ao lado de Random e Forge) investiga as razões que levaram uma agência do governo à ordenar a sua morte. Na segunda, ela vai até o Havaí passar um tempo ao lado de seu amado Destrutor, que estava triste por causa da recente morte do Homem Múltiplo. No final da aventura, Alex Summers é possuído pela vilã Maligna.



Fechando o gibi, uma história do Excalibur com poucas páginas publicadas que acaba servindo apenas como prelúdio para a segunda edição especial da equipe lançada pela Abril.

7/22/2014

Wolverine 57


"Wolverine" 57 começa com uma história que mostra Logan e Zoe Culloden(sua aliada na luta contra Cyber na edição anterior) chegando à Ilha Muir para buscar ajuda do Excalibur para curar o x-man dos efeitos dos potentes alucinógenos liberados pelo vilão. Um alterado Wolverine é recebido por Noturno, Kitty e Moira, e todos acabam enfrentando Cyber mais uma vez depois que o assassino invade as instalações da Ilha. No final, Cyber acaba aprisionado pelos heróis no módulo de neutralização do complexo, espaço construído exatamente para conter mutantes criminosos. Boa aventura, escrita por Larry Hama e desenhada por Adam Kubert.


Depois, temos a história "Teorias da Relatividade", escrita por Scott Lobdell e ilustrada por Richard Bennett. Nela, Noturno fica sabendo que Mística é sua mãe e que Graydon Creed(fundador da organização anti-mutante "Amigos da Humanidade") é seu irmão. Na trama, Mística mata um general que colaborava com Creed e força um confronto com seu filho, que fica furioso ao saber que também tem um irmão mutante e x-man.


Forge pede para Noturno e Vampira capturarem Mística pela morte do general, e assim está construído todo o cenário deste drama familiar, onde são revelados ainda momentos importantes do passado dos dois x-men. O mais marcante deles tem a ver com Noturno que, quando ainda era um bebê, quase foi morto por Mística, que o jogou de uma encosta para escapar de uma furiosa multidão. No final, Creed foge e Mística aparentemente sacrifica-se para salvar Noturno.


Boa edição, que teve ainda um erro nas cores de 2 personagens: os cabelos de Kitty(que são marrons) e a pele de Mística(que é azul) foram pintados de cinza.


Confirmado

Dunga é o "novo" técnico da seleção brasileira:

7/21/2014

Sinal e Ruído

"O mundo está sempre acabando para alguém."

Boa a graphic novel "Sinal e Ruído", que conta com roteiros de Neil Gaiman e arte de Dave McKean. A história - contada através de belos desenhos, montagens e outras experimentações - fala sobre um cineasta que, após descobrir que tem um câncer terminal, decide continuar trabalhando em seu último e definitivo filme, mesmo sabendo que não teria tempo suficiente para filmá-lo.


Assim, os vários capítulos mostram todo o processo de criação do diretor, que constrói o filme inteiro(sobre as pessoas de um pequeno vilarejo que esperam pelo "fim do mundo" no ano de 999 d.c.) em sua mente. Ao mesmo tempo, o diretor lida com o fim de sua própria vida e questiona a relevância de sua obra. O texto é muito bom, mas o que acaba destacando-se mesmo é a complexa arte de McKean. Eu recomendo!

+Bobagens

7/20/2014

O Maravilhoso Mágico de Oz


"Não existe lugar como nosso lar."

Ótima a HQ "O Maravilhoso Mágico de Oz", escrita por Eric Shanower e desenhada por Skottie Young, que adapta de forma fiel o clássico livro de L. Frank Baum. Lançada lá fora como uma minissérie em 8 partes, a história conta como a pequena Dorothy foi transportada para a Terra de Oz, fez novos amigos, enfrentou diversas ameaças e mudou para sempre o mágico país. Eu recomendo!

Eddie, o Canibal Sonâmbulo


Legal o filme "Eddie, o Canibal Sonâmbulo"("Eddie: The Sleepwalking Cannibal", 2012, Dur.: 90 min., Dir.: Boris Rodriguez) , que leva o conceito de "tudo pela arte" ao extremo. Na história, Lars(Thure Lindhardt) - um conceituado pintor - está passando por um bloqueio criativo e vai lecionar numa escola de arte em um pequena cidade. Lá ele conhece Eddie(Dylan Smith), que sofre de sonambulismo e durante suas crises vira um cruel canibal, que ataca animais e pessoas. Inspirado pelas vítimas de Eddie, Olaf volta a produzir obra-primas e - satisfeito com os resultados de seu trabalho - decide continuar aproveitando-se da peculiar condição de seu instável amigo. Roteiro inteligente, boas cenas de humor e de carnificina. Nota: 8.

7/19/2014

A Ira de Khan


"Jornada nas Estrelas II: A Ira de Khan"("Star Trek: The Wrath of Khan", Dur.: 113 min., Dir.: Nicholas Meyer) é um dos filmes que eu nunca canso de assistir. Cenas emocionantes(como aquela em que Kirk berra o nome de seu inimigo a plenos pulmões), frases antológicas e um vilão inesquecível fazem desta produção um clássico. Interpretado por Ricardo Montalbán, Khan apareceu pela 1ª vez tentando tomar o controle da Enterprise num dos episódios de "Star Trek" nos anos 60. Um superhumano melhorado geneticamente, Khan retornou no filme de 1982 sedento de vingança contra o capitão Kirk(William Shatner) e será para sempre lembrado pelos cinéfilos. Nota: 8.






Mais do mesmo

Acabou a Copa e também a magia. Menos de uma semana depois, o Flamengo já perdeu mais um jogo e está em último lugar do C. Brasileiro e as notícias indicam que Dunga será o novo técnico da seleção brasileira. Volta, Copa!

7/17/2014

Feitiço do Tempo

Bom o filme "Feitiço do Tempo"("Groundhog Day", 1993, Dur.: 101 min., Dir.: Harold Ramis), uma clássica comédia que mostra como Phil, um insuportável repórter do tempo(vivido por Bill Murray), é forçado a viver o mesmo dia várias e várias vezes. O título original faz referência ao Dia da Marmota, festividade que levou o personagem de Murray à pequena cidade de Punxsutawney, na Pensilvânia. Desta vez a tradução do título para Português funcionou, pois "Feitiço do Tempo" casa bem com a história e soa bem melhor que "Dia da Marmota". A parceria de Murray com Andie MacDowell(que interpreta a produtora Rita) funciona e as inúmeras repetições do dia 2 de fevereiro são bem divertidas. Nota: 8.